As Três Peneiras de Sócrates – Uma lição para a Vida - Hora de Relaxar

As Três Peneiras de Sócrates – Uma lição para a Vida


Subscribe
Share

Enviar esse post por E-mail Enviar esse post por E-mail
Mensagens




bustosocrates As Três Peneiras de Sócrates   Uma lição para a Vida Essa mensagem circula pelo mundo afora há um bom tempo e é muito importante aprende-la. Particularmente acredito que identificar essas peneiras em relação ao que nos dizem é desnecessário, melhor que sejamos o ultimo elo do que nos dizem do que fomentar uma discussão (caso não passe pelas peneiras). Essas três peneiras condizem diretamente ao que nós vamos dizer… E não para ficar apontando nos outros.

 

As Três Peneiras de Sócrates

 
Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:
 
- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!
 
- Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.
 
- Três peneiras? Que queres dizer?
 
- Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?
 
- Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é verdade.
 
- A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?
 
Envergonhado, o homem respondeu:
 
- Devo confessar que não.
 
- A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?
 
- Útil? Na verdade, não.
 
- Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.

67 Comentários | Comente você também!

  1. AMAURY CÉZAR MACEDO  |  19 de fevereiro de 2009 às 21:47 #

    Boa noite, Quantos de nos em algum momento, fez o faz, pensando que vai ajudar.Entretanto não contribui em nada. excelente as três peneiras, devemos sempre praticar

    Responder

    FranChico Reply:

    acredito que o mais difícil é deixar de aplicar essas peneiras nas pessoas, e passar a aplica-las somente em nós…

    devemos sempre praticar!

    Responder

    AMAURY CÉZAR MACEDO - Gravatar
  2. camila  |  16 de março de 2009 às 19:49 #

    eu acredito em tudo isso!!

    Responder

    camila - Gravatar
  3. marco  |  12 de abril de 2009 às 2:11 #

    Acho que muitos deveriam se concentrar nisso!

    Responder

    marco - Gravatar
  4. MLow  |  24 de abril de 2009 às 16:54 #

    Pensei que fosse o Sócrates Português… José Socrates

    Responder

    MLow - Gravatar
  5. Nina  |  22 de maio de 2009 às 10:48 #

    Nossa se todos nós, praticassem seria
    bastate últil….

    Responder

    Nina - Gravatar
  6. liana bizarria  |  22 de maio de 2009 às 18:28 #

    Muitas vezes tomamos decissões baseadas em comentários e, passamos a ter uma idéia erronea da pessoa a qual foi criticada. por essa razão não devemos agir dessa forma sem que seja dado o direito de defesa. Por isso ante de qualquer juizo de valor refleta, para não sofrer por feito, um julgamento sem conhecimento de causas.

    Responder

    JESSIKA MARIA Reply:

    null

    Responder

    liana bizarria - Gravatar
  7. Virginia Abreu de Paula  |  18 de junho de 2009 às 2:45 #

    Tubo bem, mas duvido que Sócrates tenha mantido tal diálogo. Esse conto parece um outro também chamado ” As Tres Peneiras” de um autor portugues. Vejam: “As três peneiras”
    António Botto (António Tomás Botto, escritor português, 1897-1959)
    .
    O pequeno Raul saiu da escola a correr, chegou a casa excitado e, depois de beijar a mãe, exclamou:
    - Já sabes o que dizem do António?
    - Espera um pouco, tem paciência. Antes de principiares, lembra-te das três peneiras…
    - Mas quais peneiras, minha mãe?
    - Sim; vais ouvir e saberás. A primeira chama-se verdade. Tens a certeza que é certo o que me queres dizer?
    - Não; se é certo, não sei.
    - Vês?… E a segunda chama-se benevolência. Será benevolente, será boa, essa notícia?
    - Não minha mãe; não é boa.
    - E a terceira chama-se necessidade. Será necessário repetires tudo isso que te contaram desse teu camarada e amigo?
    - Não, minha mãe.
    - Pois se não é necessário nem benevolente, e talvez nem seja verdade, entendo que é preferível, meu filho, calares a tua boca.
    .
    (“O livro das crianças”, 1931, apud “Não é preciso mentir”, Ed. Educação Nacional, Porto, 1939)

    Então, vamos acrescentar uma quarta peneira. Antes de colocarmos textos nos blogs, ou em arquivos pps, seria bem investigar a autoria.
    .

    Responder

    Virginia Abreu de Paula - Gravatar
  8. FranChico  |  21 de junho de 2009 às 14:15 #

    Virginia, estou tão relaxado que vou responder usando o ctrl+c ctrl+v de uma resposta que escrevi há uns tempos:

    ‘Apenas para esclarecimento, nosso anonimo amigo Transeunte disse em seus comentários: “Vê se coloca os créditos do post, pois copiar sem dar a referência é muito feio.” Concordo plenamente em número, gênero e grau, porém eu tenho esse texto a muitos anos em arquivo txt, infelizmente sem a fonte. Fui pesquisar no pai dos burros, tio Google, e sem surpresa alguma, precisamente o mesmo texto é encontrado centenas de sites, isso apenas pesquisando pelo nome do texto… Quem é o autor? Boa pergunta! Parabéns ao autor! Parabéns mesmo. Agora quanto minha referencia… Um pasta com milhares de arquivos textos coletados a anos… Com certeza, se houvesse uma fonte de referência segura já haveria colocado, assim como faço em todos os posts, coloando um “Fonte: xxx” no final… E com mais certeza ainda, sem dúvida alguma, se eu perguntar quem foi o autor, muitas pessoas vão abraçar a causa e querer a guarda da criança…’
    Já muita gente já roubou a autoria dessa história das peneiras… muitos livros alteraram pequenos detalhes e a publicaram, então, Antônio Botto é apenas mais um plagiador entre inúmeros… a autoria mais popular é certamente atribuída a Sócrates…

    É até melhor atribuir a alguém que não se encontra mais entre nós e que realmente tem méritos para isso, assim ninguém fica com o orgulhosinho ferido.

    E o mais importante… relaxaaa… não se passe de mal-amada, esse blog tem o propósito de entreter e relaxar. Então, relaxa…

    Responder

    Mônica Reply:

    Eu conheço o autor das 4 peneiras que foi adaptado para as 3 peneiras. Este texto não tem mais que 13…14 anos segundo o próprio autor. Ele é brasileiro, nascido no estado de SP e atualmente mora em SP/Capital. Tenho contato com ele pelo menos uma vez por semana. Não posso divulgar o nome sem o consentimento dele.
    Abraços a tds

    Responder

    Jorge Reply:

    Então, voce disse que esse texto não tem mais que 13 ou 14 anos mas a primeira vez que eu li esse texto foi por volta de 1992, portanto quase 19 anos. De qualquer forma, o mais importante no momento não é a autoria do texto e sim o que ele ensina.

    Responder

    Mônica Reply:

    Oi Jorge td bem….
    Se te intertessar saber quem é entra em contato no Rotary  Distrito 4430 e vc achará ele,  ninguém  melhor que ele para te dar tds as informações corretas. Seu primeiro nome João.
    Abraços

    FranChico - Gravatar
  9. Eriberto Fernandes  |  3 de julho de 2009 às 8:04 #

    Que diferença faz, neste caso? Será que o portuga não adaptou do grego?
    Antes de fazer alguns comentários – precisamos submeter-los ao crivo das três peneiras!

    Responder

    Eriberto Fernandes - Gravatar
  10. Fátima  |  3 de julho de 2009 às 20:39 #

    Engraçado… Eu estava justamente procurando a origem de “As Três Peneiras” para enviá-la um amigo (pois já havia visto várias versões antes) e, com cautela, dirigi-me ao google, para confirmar. Foi quando me deparei com esse magnífico e inteligente comentário. Aplausos para o Eriberto que está certíssimo!!! O importante é a LIÇÃO que a mensagem nos deixa.
    .-= Fátima´s last blog ..O Crime Não Compensa =-.

    Responder

    tenorit Reply:

    Ei!! Eriberto e Fátima, gostei dos comentários de ambos.
    Será q a preocupação é pelos direitos autorais !! Bom, oq vale é a essência da mensagem, se aplicada à nossa vida pode tornar-nos pessoas melhores. O ser humano tem enraizado o péssimo hábito de falar mal do seu próximo. Devemos combater esse mal, o autor… deixa prá lá !! Só sei q quem idealizou ou aperfeiçoou essas palavras merece aplausos.
    Q tal o português? seguindo a nova lei ORTOGRÁFICA…ehehehehehe

    Responder

    Fátima - Gravatar
  11. Marco  |  6 de julho de 2009 às 11:44 #

    Estive lendo as mensagens acima, sugiro que acrescente tambem a “janela suja”, pois a Virginia ficaria surpresa a importancia de uma janela limpa. Vamos nos alimentar das mensagens pois tenho certeza que qualquer um que tenha escrito estas mensagens chamais brigariam pelo crédito. Abrs

    Responder

    Marco - Gravatar
  12. Mariana  |  8 de julho de 2009 às 15:44 #

    Necessidade **

    Responder

    Mariana - Gravatar
  13. Mariane Alves  |  18 de julho de 2009 às 23:53 #

    Boa noite, concordo com o Eriberto e com os demais. Cara Virginia você escreve sobre a autoria do texto mas fez uso da lição deste? E vou além, as pessoas estão se esquecendo cada vez mais de escrever corretamente as palavras e de empregara concordância em suas inteligentes observações. Relaxar sim, mas nem tanto!!!
    Abraços

    Responder

    FranChico Reply:

    Relaxar sim, esculachar não!

    Responder

    Mariane Alves - Gravatar
  14. Miguel L. de Deus  |  14 de outubro de 2009 às 11:21 #

    Quando alguém nos procura dizendo que ouviu dizer alguma coisa já devemos não “dar ouvidos”. Quem quer falar sério e passar informações consistentes deve vir com fontes confiáveis e citá-las. Não se passa adiante boatos, ainda mais neste país onde a versão vale mai que o fato.Sócrates, como Cristo, não se preocupou em registrar ou escrver seus pensamentos, por isso ambos são revolucionários que se perduram no tempo. O exemplo marca para sempre.

    Responder

    Miguel L. de Deus - Gravatar
  15. rodrigo fagundes  |  19 de novembro de 2009 às 22:40 #

    como dizia o velho deitado ‘a mão que atira a pedra é a mesma mão que apedreja’

    Responder

    rodrigo fagundes - Gravatar
  16. andreia de oliveira guimaraes  |  9 de dezembro de 2009 às 10:37 #

    Muito, importante! Essa filosofia de Socrates se todos antes de chegar em alguém e dizer algo usase a peneira o mundo seria bem diferente vamos usar a peneira da vida……………………

    Responder

    andreia de oliveira guimaraes - Gravatar
  17. JESSIKA  |  22 de fevereiro de 2010 às 20:52 #

    GOSTO MUITO DAS HISTORIAS DE SOCRATES AS  HISTORIAS DELA MIM ENTERRESÃO MUITO…

    Responder

    JESSIKA - Gravatar
  18.  |  22 de fevereiro de 2010 às 21:27 #

    Mtas vezes ouvimos comentarios de tal pessoas, e por isso a gente seja influenciado, e vai deixar tbm a pessoa influenciada, As 3 pe…. tem mto razão, sem nao é nada de bom, entçao fike calado

    Responder

    Já - Gravatar
  19. A.C.  |  2 de março de 2010 às 22:34 #

    Com certeza o texto de Sócrates é bem mais educado

    Responder

    A.C. - Gravatar
  20. Luiz Fernando  |  5 de maio de 2010 às 14:08 #

    A minha sugestão é a de que deveríamos executar a leitura do texto "As Três Peneiras", como quem pratica o hábito de fazer as suas orações diárias!
    Um forte e sincero abraço
    Luiz Fernando

    Responder

    Luiz Fernando - Gravatar
  21. Graziela Schoning  |  7 de junho de 2010 às 14:56 #

     
    Desculpe me entrometer, mas ja fazendo vc's perderam muito tempo discultido algo sem valor, pois qualquer q tenha sido o veradeiro altor desse belissimo pensamento nao quis q futuramente ele viese a causar tal transtorno pena q foi tao pequena a pessoa a qual comecou tal discursao, pois todos aqui postados e nao postados vieram com uma so intensao eu creio de apreder um pouco mais da vida e tentar nao jugar alguem ou oque nos falam e nem tao pouco acreditar em qualquer buatos maldossos, pois ja tem gente de mais sofrendo por jurgamos e acreditarmos em comentarios em tais comentarios.
    Entao vamos seguir a licao acima e apreder somente coisas boas e de valor rela(verdadeiro), pois crio q ninguem veio ao mundo pra jugar a atitude de alguem ou mesmo ser julgado por alguem ate pq quem pode sabera veradeira intencao dele q bate a sua porta pra pedir um copo de agua todo sujo q muitas vezes na verdade gostaria de lhe pedir um prato de comida, mas a vergonha e o medo de ser julgado nao o permite q facas, por isso vamos parra de julgar ou deixar q comentarios(maldosos) sem prosedencia venhao a ser divulgados ou tao pouco venha a acreditar em tal.
     
     
    * So pra deixar bem claro  o pai do burros(google) e muito ultil pra quem sabe o veradeiro valor do conhecimento.

    Responder

    tenorit Reply:

    Ô Graziela!!
    Vc utilizou a reforma ortográfica de qual país??
    discultido, veradeiro, altor, viese, discursao, intensao, apreder², jugar, buatos, maldossos, jurgamos, pois crio q ninguem veio ao mundo pra jugar, veradeira, parra de julgar, prosedencia, venhao, ufa… será q tem mais!!
    Desculpe, mas passei pelo crivo das três peneiras e ficou desse jeito. Não conseguí segurar… ahahahahahhaaaaaa

    Responder

    Graziela Schoning - Gravatar
  22. Cáah Daniélly  |  28 de junho de 2010 às 15:00 #

    Olha na minha opinião naum me importa mesmo quem realmente foi o verdadeiro autor der ´´As três Peneiras“ e oq importa mesmo é o siginificado desta mensagem … e sendo se sócrates ou naum foi a feita p socrates q meu professor pediu para pesquisar e p mim esse aqui foi de granmde ajuda..

    E oq era p ter sido uma bela mensagem p todos q lerem aprender alguma coisa. acabou se tornando uma discusão de pessoas mesquinhas q leram a mensagem so p ler e naum aprenderam nada cm isso!!

    Responder

    Cáah Daniélly - Gravatar
  23. JARBAS DA ROCHA EDUARDO  |  5 de outubro de 2010 às 12:41 #

    PREZADOS, COLEGAS
    BUSCO AO FUNDO O AMPLO VALOR DESTA MENSAGEM, PARA SERMOS SINCEROS, NÃO EXISTE OUTRO CAMINHO SE NÃO ESTE DA PARÁBOLA.
    ACREDITO QUE A ATENÇÃO DO PERSONAGEM PRINCIPAL NÃO É O DE MACHUCAR SEU AMIGO E SIM DE EDUCALO… DENTRO DO UNIVERSO PODEMOS SER UM OU O OUTRO. BASTA PENSARMOS NA SITUAÇÃO QUE ENCONTRAMOS AO DIZER ALGO OU A OUVIR ALGO DE ALGUÉM.
    O PIOR QUE HOJE AS INFORMAÇÕES CHEGAM  DE FORMA MUITO MAIS DINÂMICA QUE NOS TEMPOS DE SOCRATES.
    ANTES DE PENSAR EM ALGO JA OUVIMOS E ANTES DE PENSAR JA FALAMOS.
    UM DIA ALGUÉM ME DISSE ALGO:
    O OUVIDO MAIS PRÓXIMO DA BOCA DO PROFETA E O OUVIDO DO PRÓPRIO PROFETA…
    ABRAÇOS A TODOS E VAMOS NOS ESFORÇAR NA BUSCA DA SINSCERIDADE…

    Responder

    JARBAS DA ROCHA EDUARDO - Gravatar
  24. Vai postar algo no Twitter? Muita calma nessa hora! « Ponto Marketing | Artigos sobre marketing, redes sociais e internet | Marketing no ponto certo!  |  24 de novembro de 2010 às 20:23 #

    [...] que falarmos, pode nos livrar de muitos problemas. Não é necessário passar todos os posts pelas 3 peneiras de Sócrates, mas calcular mais ou menos qual será a reação das pessoas a lerem o que você acabou de digitar [...]

    Vai postar algo no Twitter? Muita calma nessa hora! « Ponto Marketing | Artigos sobre marketing, redes sociais e internet | Marketing no ponto certo! - Gravatar
  25. daniel  |  26 de novembro de 2010 às 10:23 #

    amei
    essa
    mensagem……………………………….do
    socrates

    Responder

    daniel - Gravatar
  26. neusa  |  6 de dezembro de 2010 às 22:07 #

    devemos na medida do possivel aplicar tao sabio ensinamento

    Responder

    neusa - Gravatar
  27. Lully  |  21 de dezembro de 2010 às 14:48 #

    Sem dúvida linda parabola mas os comentários… afffffff!!! se não fossem cômicos seriam tragicos

    Responder

    Lully - Gravatar
  28. Ricardo  |  5 de janeiro de 2011 às 15:03 #

    "Se suas palavras valem menos que o silêncio, fique em silêncio " (algo parecido com isso, não lembro autor ;)

    Responder

    Ricardo - Gravatar
  29. irmarilde  |  28 de fevereiro de 2011 às 12:04 #

    Que esta mensagem sirva,para vivermos melhores.

    Responder

    irmarilde - Gravatar
  30. irmarilde  |  28 de fevereiro de 2011 às 12:06 #

    Que esta mensagem nos deixe mais conscientes e aprimorados para aceitar a limitação dos outros.

    Responder

    irmarilde - Gravatar
  31. dani  |  22 de março de 2011 às 15:46 #

    oiiii…..amei esta filosofia…..
    todos deveriam seguir os exemplos das 3 peneiras…..
    beijao dani….

    Responder

    dani - Gravatar
  32. Mônica  |  24 de abril de 2011 às 15:24 #

    Gente… a msg é linda assim como o coração do autor das 4 Peneiras. Ele está vivo, mora e trabalha na região do Belenzinho/SP e ao conversar com ele sobre este Blog, inclusive ele é ciente da existência do msm e as vezes acompanha os comentários de vcs, ele me disse que esta vendo como registrar a autoria  das 4 Peneiras. Posso apenas afirmar que ele  participa das atividades do Rotary. Já dei uma boa dica qto ao autor. Quem pesquisar de fato chegará até ele. Ele conseguindo o registro da autoria dai sim divulgo com a autorização dele.. Essa msg esta devidamente registrada nos arquivos do Rotary Club incluindo o nome do autor, evidentemente.
    Abraços a tds

    Responder

    Mônica - Gravatar
  33. Tiago  |  25 de abril de 2011 às 2:56 #

    É uma história fantastica… Mas não importa a autoria… importa? Qual vantagem em reconhecer a autoria?
    Vamos por a prova com uma história:
     
    "…Espera um momento gente… Antes de contarem quem é o verdadeiro autor , quero saber se passaram essa informação pelas três peneiras. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade? Bem, que seja verdade… A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não? É bom sabermos do autor da história? Realmente vai mudar o sentido dela ou nos acrescentar algo de BOM na mensagem? A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito? Vai nos acrescentar em alguma coisa? O que importa é o ensinamento de moral que passa… logo, saber o autor é util?"
     
    Se o autor realmente não for Sócrates… Bom, parabéns porque o autor escreveu um admiravel texto a altura de ser comparado com Sócrates… Pórem na minha opinião, se ele recorrer a autoria vai perder todo o mérito. A mensagem vai seguir instruindo a quem ler, porém o autor deveria morrer de desgosto, pois escreveu com mão e apagou com o pé…
     
    Muito se fala da tal Prova Quádrupla do Rotary ( http://goo.gl/QTk3S )… Ela é parecida com as penerias mas foi criada por Herbert J Taylor em 1932, adotada pelo Rotary em 1943… Bom, esse camarada nasceu em 1893 e morreu em 1978 e até onde sei nunca veio para o Brasil.
     
    Eis as provas de Herbert J Taylor:
    1)    É a VERDADE?
    2)    É JUSTO para todos os interessados?
    3)    Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES?
    4)    Será BENÉFICO para todos os interessados?
     
    Até há semelhança com as 3 peneiras… Mas se você passar a história "de quem é a autoria do texto" sobre essas quatro perguntas, vai piorar as coisas… vamos ver:
     
    1) pode ser verdade ou não…
    2) pode não ser justo para todos os interessados… afinal ambos morreram… mas acho que Sócrates é superior suficiente para não se importar com isso…
    3) dúvido que criará novas amizades vai sim é criar muitos inimigos com aqueles que defendem ser de XY autor… E olha que interessante, você pode até perder a amizade do autor se for não for Sócrates, mas dúvido que Sócrates perderia a amizade se você desconsiderar que ele é autor.
    4) não vejo lado nenhum levando beneficios com isso, de um lado socátres que dúvido muito que com sua superiodade, ligasse para autorias… também não vejo beneficios se for outro autor, outro "mortal qualquer", cujo unico beneficio seria seu ego orgulhoso.
     
    Ou seja… não há porque discutir isso… Porque se não for Sócrates, o verdadeiro autor só tem a PERDER recorrendo a autoria…
     
    Pior ainda são os nhenhenhem dos bananas que ficam defendendo que o texto é de tal ou qual autor…. Que briga inutil…
     
    Não importa a autoria… importa? Prefiro acreditar que seja Sócrates… mantém a pureza do conhecimento… Mesmo que provem com A+B o contrário, tratarei de sempre passar essa mensagem como As Três Peneiras de Sócrates.
     
    Nem sequer eu mesmo passei esse comentário pelas três peneiras… então… dane-se… cansei de digitar…

    Responder

    tenorit Reply:

    Ei!! Tem q se saber quem é o autor.
    Pq se é d autoria do filósofo SÓCRATES temos q remeter os fundos dos direitos autorais filosóficos as entidades Gregas q detém escritos originais.
    Mas se o direito autoral é do SÓCRATES jogador de futebol e médico os fundos serão destinados as entidades que cuidam de crianças de rua.
    Entretanto se for do António Tomás Botto, escritor português ou do do cara de SÃo Paulo q diz a Mônica… pessoal!!
    Vamos largar mão disso q não vai dar em nada mesmo……ahahahahahahahahahahaahahahahahahaaahahaaaa

    Responder

    Tiago - Gravatar
  34. Mônica  |  26 de abril de 2011 às 22:45 #

    Daria uma mulher a luz e não colocaria um nome em seu filho? É a msm coisa…. se existe um autor e há controvérsia qto a autoria das 4 Peneiras e pq não ter a curiosidade do VERDADEIRO  autor?  Acho msm que vc esta interessado em saber que é o autor tanto que perdeu seu tempo em pesquisas. Procura no Rotary/SP, não falo onde já que vc se acha o tal, e saberás que  existe um registro com a autoria dele. Acho msm que vc tem é dor de cotovelo por não ter a capacidade de escrever um artigo como este e quer tirar a honra de quem verdadeiramente merece. Me diz uma coisa, e se a autoria fosse SUA e vc vendo que existe um outro  querendo tirar a sua glória, como se sentiria?, ou msm  vendo as pessoas querendo saber o nome do verdadeiro autor como vc agiria. O autor das 3 Peneiras é tão simples e ao msm tempo um ser tão rico em senimentos que expressou seu sentimento em um papel e hj mtos, mas mtos,(até msm vc) admiram a capacidade dele como ser humano que é. 
    Quem quer sabedoria, procura e acha…. quem se cansa… danan-se. Pelo que noto vc se cansou e parou.. boa sorte e  siga os conselhos das 3 peneiras.
    Abraços

    Responder

    tenorit Reply:

    Pessoal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quantas peneiras sÃo??
    Desculpe, mas quantos + peneiras, acho q é melhor né!!
    ahahahahahaaaaaaiiiiii… abraços.

    Responder

    Jorge Reply:

    Oi Mônica relaxa. Alias, se eu escrevesse algo inspirador, profundo e filosófico, divulgasse em algum lugar e depois notasse que meu texto estava rodando o mundo com todo mundo acreditando que ele foi escrito por Sócrates, eu ficaria muito feliz. Primeiro: Socrates não foi qualquer um e nem estaria roubando meu texto afinal ele já morreu a alguns milênios. Segundo: mais pessoas leriam o texto afinal ninguém me conhece mais todos conhecem Socrates. Seria uma forma de eu fazer o bem para muita gente de forma anonima. Com certeza, seu amigo está feliz também em ver que o texto (caso seja realmente dele) está por ai iluminando pessoas.

    Responder

    Mônica Reply:

    Jorge, td bem..
    É justamente isso que ele pensa.
    Amanhã, 25/08/11 tenho consulta marcada às 9hs com ele… caso vc queira o e-mail dele, posso ver com ele se ele permite esta possibilidade. Ele é um homem que evita confusão ao máx, um dos lemas vão-se os anéis… Apenas para resumir uma execelente pessoa, de ótima índole. Se ele quisesse status teria corrido atrás de autoria deste texto mas ele prefere ficar na dele. Ele já é um senhor de quase 70 anos, um doutor que ainda exerce a profissão que ele escolheu qdo ainda mto jovem. Participa do Rotary há anos, enfim não precisa provar nd a ninguém e leva uma vida tranquila e sossegada ao lado da sua esposa, 4 filhos e uns 3.. 4 netos.
    Abraços

    Responder

    Lucia Reply:

    Pra mim tanto faz quem é o autor, provado ou não… vou continuar citando como sendo Sócrates…
    Pode até ser esse sr que você tanto enche o saco pra provar que é… Sendo ou não, você também não aprendeu muito com ele… nem ele liga… você que choras as pitangas… aprenda com a superioridade dele… (seja lá quem for)
    Enfim… você é uma mala… é das grandes…
    bjos

    Responder

    Mônica Reply:

    Lucia, boa tarde!
    Não sei se vc perceu mas NÃO dirigi a resposta a vc.
    Poderia ter ido dormir sem essa.
    Abraços

    Responder

    Lucia Reply:

    Realmente, eu não PERCI nada… alias, que verbo é esse?
    Querida, eu sei que não foi pra mim…
    eu realmente me intrometi mesmo… 
    foi pra encher teu saco mesmo. 
     
    E você ter respondindo foi o que eu mais gostei, significa que se importou e que não tem o pingo de superioridade que esses individuos todos citados tem…
     
    Obrigado por concluir minha noite com chave de ouro. Vou realmente dormir bem agora…

    Mônica - Gravatar
  35. Tiago  |  27 de abril de 2011 às 0:07 #

    Não muda nem contra-argumenta nada do que eu disse…

     
    A analogia da mulher e um filho sequer se encaixa nisso.

     
    Vou ter que escrever em uma só e simples frase… "só quis dizer que o conhecimento das peneiras é tão grande que seu autor deve ser grande suficiente para não importar -glória-, acredito que ele se importa se as pessoas entenderam o recado e não se vão ficar brigando por quem o escreveu…"

     
    Quis dizer que admiro tanto capacidade desse autor (não importa quem raios seja) como um ser humano tão elevadíssimo que de tanta sabedoria desprezaria esses "títulos", rótulos, superficialidades de autoria. Talvez se importaria se adulterassem a história. Disse talvez… Alguém dessa grandeza tampouco se abalaria com isso…

     
    Por isso que a analogia da mulher e um filho não se encaixa nessa conversa.

     
    Então, respondendo "Me diz uma coisa, e se a autoria fosse SUA e vc vendo que existe um outro querendo tirar a sua glória, como se sentiria?"… se eu fosse essa grandiosa pessoa, tenho certeza que não me importaria com nada disso.

     
    Não importa quem seja o autor, parabéns para ele, mesmo e caso que não seja, vou continuar a citar que foi Sócrates, pelo menos incentivo ou cativo a curiosidade das pessoas a estudarem filosofia antiga pois tenho certeza absoluta que Sócrates se encaixa na nobreza suficiente de não discutir essas ninharias. Azar se gostar ou não disso.

     
    E eu me acho um grande bosta viu! E sei que não tenho capacidade nenhuma para escrever nada disso. Azar o seu que pensou isso de mim, vê-se que também não fez uso das peneiras a escrever tudo isso.

     
    Não estou fazendo uso das peneiras, sejam 3 ou 4… pois se eu fizesse, não estaria aqui escrevendo tudo isso, muito menos você.

     
    Coitado é do dono desse blog, que escreveu esse artigo. Um lugar para relaxar a gente cuspindo pra cima.
     
    Um brinde de cicuta a Sócrates e seus ensinamentos, ao Herbert J Taylor reconhecido a DECADAS pela prova quadrupla, ao misterioso vovô da Mônica, a Charles Deveaux ao dono e criador deste blog, coitado que tem que ter toda essa paçoca no blog. Vou relaxar, esse é o intuito desse blog.

    Responder

    tenorit Reply:

    Ô Tiago achei d + seus comentários, sua franqueza entre outras coisas… tudo d bom.

    Responder

    Tiago - Gravatar
  36. Mônica  |  30 de abril de 2011 às 11:07 #

    Tiago – Vc se auto intitulou. 
    O misterioso "vovô" tem um nome e é o autor das peneiras que tanto vc como eu não estamos levando em consideração… 
    Mãe = Autor  Filho= 3 Peneiras, vc não captou minha mensagem….não vou perder meu tempo explicando e ponto final.
    ———
    SOMENTE a quem se interessar darei dicas e quem quiser ir a fundo o encontrará
    - O autor  trabalha na área da saúde, é um Dr., e tão somente por isso o conheci pois sou sua paciente e conversando soube da autoria das 3 peneiras
    - Ele é membro assíduo do Rotary Club SP/Capital;
    - Casado, pai de 4 filhos e tem 4 netos; (é um vovô MTO especial)
    - Lúcido, ainda hj atua na sua área e por enqto não tem a intenção de parar.
    - Nascido,criado, mora e trabalha na região da Z.Leste – SP/Capital
    - Primeiro nome João, 
    Fico fácil para quem queira de fato saber quem é o homem dono deste coração lindo que tive o gde privilégio de
    conhecê-lo pessoalmente. Hj além de ser  paciente dele é um gde amigo. Dificil ser apenas paciente em se tratando dele. Homem comunicativo, educado, culto e dono de um imenso coração.
    Ele acompanha este blog e ontem msm ele me disse isso.
    *****
    Dr. João acho que vc deveria acabar logo com esse mistério da sua autoria. Mtos desejam apenas conhecer o autor das Peneiras, dêem a essas pessoas o msm privilégio que tive, de saberem quem é vc.
    As curiosidades não ficam restritas apenas neste blog, Existem  outros blogs, comunidades, etc com o msm tema, 3 peneiras, e mta curiosidade de saberem de fato que é o autor. É natural do ser humano querer saber o nome de td, se assim não fosse não perguntariamos, em primeiro lugar, o nome de alguém qdo o conhecemos. 
    Pensa com carinho nessa possibilidade de assumir de fato sua autoria.
    Deixo aqui registrado o GDE carinho que sinto por vc e sua familia. Vc  tem um coração lindo.
    Abraços a tds

    Responder

    Mônica - Gravatar
  37. Rocha  |  23 de maio de 2011 às 14:48 #

    Blah, quanta besteira discutir isso. Inuteis.

    Responder

    Rocha - Gravatar
  38. tenorit  |  12 de junho de 2011 às 15:42 #

    Bom!! o importante é q esta mensagem é importante, e o mais interessante é q esta mensagem tb é interessante. Sem usar de eufemismo ou redundância vejo na confecção deste parafraseado palavras sábias q nos inspiram a tornarmo-nos melhores.
    Fui claro !! ??

    Responder

    tenorit - Gravatar
  39. tenorit  |  12 de junho de 2011 às 17:55 #

    Ô tiago vc não entendeu o que a Mônica quis dizer.
    É o seguinte vou te explicar: Ela disse que… tem um cara(vovô) que escreveu esse negócio(três peneiras) no Rotary e que era amigo do Sócrates, mas a esposa do Vovô que era bem mais nova teve um filho e não colocou nome algum na criança. Nesse período o Rotary estava em construção, então, um dos pedreiros pegou 3 peneiras usadas para peneirar a areia e começou a cantarolar algo referente ao assunto, mas ainda sem nexo as palavras cantadas.
    Sócrates e o vovô, que na época não era tão velho assim percebeu na letra cantada pelo pedreiro que havia sincronismo didático. Colocaram aquilo no papel alterando algumas partes para dar comoção aos que lêssem.
    Mas os dois, preocupados com a criança sem nome esqueceram de intitular a mensagem com os seus nomes, ficando a mesma sem o nome do autor.
    Eu era o ajudante do pedreiro na época, peguei o papel e o registrei no ECAD. Mas como não era música e sim palavras filosóficas perdí o registro. Estou a procura do Vovô ou o Sócrates prá acharmos a criança e registrarmos definitivamente os dois.

    Responder

    FranChico Reply:

    Você sim, entendeu o espírito da coisa!

    Responder

    tenorit - Gravatar
  40. Monica  |  17 de junho de 2011 às 15:58 #

    Rotary Distrito 4430 

    Responder

    Monica - Gravatar
  41. ercson  |  22 de julho de 2011 às 21:15 #

    Bom aprendi com as trés peneiras boas coisas, que é verdade, bondade e ultilidade, isso são bons exemplos de palavras que devemos obter sempre em mente, pra não prejudicar ninguém e não ser pecaminoso com as proprias palavras.

    Responder

    ercson - Gravatar
  42. jadyyyyy  |  23 de julho de 2011 às 14:52 #

    eu achei realmente uma liçao de vida é muito interessante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

    jadyyyyy - Gravatar
  43. ademir  |  11 de novembro de 2011 às 20:18 #

    É uma lição de vida para quem quer aprender ,nunca é tarde para nos aprender.

    Responder

    ademir - Gravatar
  44. paulo  |  12 de dezembro de 2011 às 15:31 #

    Acautelen-se crianças,fiquem atentos e prestem atenção.Este texto das peneiras é meu! Sim,meu!!! e queiram ou ñ,ele está lançado a todos e a ninguém… quando o escrevi,mostrei-o a Nietszche,grande amigo meu na época,e este nada mais fez que pegar o papel onde estava escrito,assouo o nariz com  o tal,e jogou-o fora!
    dizendo-me a seguir:- é isto! é assim que a humanidade seguramente fará com as tres peneiras, ou sejas lá quantas forem… pois sabemos que quanto mais peneiras melhor! (MAIS OS HOMENS GOSTAM DE TAPAR O SOL).
    E por ironia,aí estão vc'scrianças,  a discutirem o sexo dos anjos . quanto a mim,cabe apenas obsevá-los,escrever mais uma ou duas palavras e voltar para a sombra. E por favor…
    .
     
     

    Responder

    paulo - Gravatar
  45. paulo  |  12 de dezembro de 2011 às 15:34 #

    gostei!

    Responder

    paulo - Gravatar
  46. Gustavo  |  31 de dezembro de 2011 às 11:53 #

    Affs, esse povo apenas brigando quem é o autor…
    Algumas pessoas falam q não importa quem escreveu o texto. Mas o pior, é que elas ficam desvalorizando as pessoas que descutiram e ficam discutindo mais ainda como "PAREM DE DESCUTIR!". ahhahahahahahahha
    Então não vou falar mais sobre o assunto, porque senão estarei como essas pessoas.
    Obs.: se já estiver acontecido algum comentário parecido me desculpe pois não tive paciencia de ler todos os comentários
     
    Mas um detalhe, nem tudo deve passar diretamente por essas peneiras. Ex.:
    O PRÉDIO ESTÁ PEGANDO FOGO!!!!!!
    É bom avisar isso, e é útil, mas ninguem sabe se é verdade ou não!!! Mas o melhor a fazer é sair do prédio o mais rápido possivel e observar se a informação é verdade.
    Outro ex.:
    Aquele menino é muito mal-humorado e sem educação!
    Se eu já estiver comprovado que é verdade, a informação é útil, mas eu falo mal do menino. Mas em outro ponto a informação é boa pois eu posso ajuda-lo a ser melhor ou talvez evitar contato com ele, para que ele não me prejudique.
    Outro ex. ainda:
    Se você pular do predio, você vai morrer!!!
    É verdade, é bom você não fazer isso mas não é útil, porque você já sabe isso e pode irritar uma pessoa mais ainda. Mas por outro lado, pode causar uma reflexão nela pois na raiva você não pensa!!

    Há outros inúmeros exemplos assim, porém cabe a cada um q leu esse texto q eu comentei pensar como aplicar as peneiras.
    No mais, é tudo isso e eu acho q o q eu escrevi passou nas três peneiras ;)
    (Se são 4, 5, 6, 10, eu não sei. Porém quem acha que tem mais q tres peneiras pensam em outros casos que falte a 4ª, a 5ª, etc.)
    Obrigado pela atenção,
    Gustavo

    Responder

    Gustavo - Gravatar
  47. douglas  |  31 de janeiro de 2012 às 12:55 #

    :? l..e..s..a..d..o

    Responder

    douglas - Gravatar
  48. sábio  |  5 de fevereiro de 2012 às 10:26 #

    Isso foi extrordinário setudo que falarmos passemos antes nas peneiras concerteza teriamos ai um mundo melhor!

    Responder

    sábio - Gravatar
  49. Marcio Araujo  |  20 de fevereiro de 2012 às 5:25 #

    Socrates F<3rever and ever !!  =)

    Responder

    Marcio Araujo - Gravatar
  50. NATALIA  |  16 de junho de 2013 às 18:20 #

    EU GOSTEI DO TESTO DA VIRGINIA ABREU DE PAULA PARABENS

    Responder

    NATALIA - Gravatar

Deixe um comentário!





CommentLuv badge


Gostaríamos de lembrar de alguns chavões que dizem: "O que seria do azul se não fosse o amarelo!" e "Uns gostam dos olhos, outros da remela!" que se resume em "Gosto não se discute!". Aconselhamos a leitura do artigo "As Três Peneiras de Sócrates".

Comente a vontade! Não existe nada mais eficiente e eficaz para o aperfeiçoamento de um blog!

Quando um leitor faz um comentário, um blogueiro sorri!

Porém ao comentar esforce-se em escrever algo coerente, inteligente e expor suas idéias com transparência, bom-senso e diplomacia. E com bom-humor também!

Lembre-se do lema do blog: Relaxa...

Importante: Todo e qualquer texto publicado através do sistema de comentários não reflete necessariamente a opinião deste blog ou de seu autor. As opiniões emitidas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos visitantes que dele fizerem uso. O autor deste blog não se responsabiliza por quaisquer consequências e/ou danos que eles venham a provocar, e reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar desrespeitosos a terceiro.